A hipnose para aliviar a dor

Tempo de leitura: 1 minuto

A hipnose para aliviar a dor
A hipnose para aliviar a dor

A dor atormenta a vida de muitas pessoas e precisa ser levado a sério. Somente um profissional de saúde é capaz de diagnosticar a origem da dor e prescrever o tratamento adequado para cada situação, mas terapias como a hipnose podem ser fundamentais para acelerar o processo de cura e, ainda, acabar com aquilo que chamamos de efeito psicológico da dor: quando o paciente se acostuma a senti-la e cria um padrão de comportamento do qual a dor faz parte.

Em alguns casos, trabalhar a mente pode ser quase tão importante quanto buscar a solução para o problema. Diversos estudos têm mostrado que a hipnose pode ser mais eficaz do que medicamentos ou terapias tradicionais no alívio da dor de pacientes internados em hospitais para procedimentos cirúrgicos ou tratamentos contra o câncer, por exemplo.

Quando submetidos a sessões de hipnose, esses pacientes reagem de maneira muito positiva, bloqueando os estímulos da dor e encarando com mais naturalidade e força de vontade o tratamento médico. O mesmo tem se percebido em pós-operatórios e até mesmo em pacientes com dores crônicas sem causas determinadas, quando nenhum remédio costuma fazer efeito.

A hipnose tem resultados tão surpreendentes porque age diretamente no inconsciente das pessoas, bloqueando reações negativas e sugestionando mudanças comportamentais importantes. Claro que a terapia não deve substituir o tratamento clínico, mas pode ser uma importante aliada durante o processo de cura.

A hipnose não tem contraindicação, mas só pode ser realizada por um profissional especializado. Em Florianópolis, marque sua consulta, você poderá agendar seu atendimento presencial ou online, ou ainda adquirir uns dos produtos de minha loja. Tudo para que você possa mudar seus hábitos e adquirir mais saúde.

Tem dúvidas? Me chame no whastapp 48 98829.9058

Abraços

Hipnólogo Fabiano Amorim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *