Dúvidas hipnose

Conheça as principais dúvidas sobre hipnose.

1. Hipnose é causada pelo poder do hipnotizador?

O hipnotizador deve ter conhecimento das técnicas utilizadas e ser qualificado para que possa levar, naturalmente, o hipnotizado ao transe. Para que isso ocorra, no entanto, deve haver confiança do hipnotizado para com seu hipnotizador, o que chamamos de rapport.

2. O hipnotizador controla o desejo do paciente?

Durante a hipnose há o que chamamos de estado de vigília, quando o hipnotizado é protegido pelo seu inconsciente de fazer aquilo que não deseja. Caso o faça, é porque julgou inofensivo ou porque considera que aquela ação poderá ajudá-lo. O hipnotizador não controla esses desejos do paciente.

3. A hipnose é prejudicial à saúde?

De maneira alguma. A hipnose é inclusive recomendada por importantes instituições como a Organização Mundial de Saúde.  A única contraindicação é a sua utilização por pessoas não capacitadas e pessoas mal-intencionada. Por isso, procure sempre um profissional.

4. Pode-se tornar dependente da hipnose?

Não! Por se tratar de um processo natural, a necessidade de tratamento vai deixando de existir a medida em que a pessoa vai encontrando a cura e conforto para suas aflições.

5. A pessoa pode não voltar do transe, ficar presa nele?

Não. O transe, mesmo que profundo, leva a um estado natural de sono fisiológico que será cessado quando o paciente quiser ou quando chegar o momento natural de acordar.

6. O sono é a hipnose?

A hipnose não é igual ao sono. É um estágio anterior, quando estamos com certo grau de consciência e podemos responder a comandos. Apesar de ser parecido do ponto de vista físico, a pessoa continua em estado de alerta, porém relaxada.

7. A pessoa fica inconsciente em transe?

A hipnose é um estado de atenção focalizada, não necessariamente o hipnotizado estará inconsciente, podendo, em casos de transe profundo, ocorrer a amnésia total devido ao desligamento de seu estado de vigília.

8. Hipnose é terapia?

É uma técnica terapêutica utilizada para o tratamento de doenças psicossomáticas, traumas, entre outras, mas somente quando usada para este fim, a exemplo da hipnose clínica.

9. Regressão é hipnose?

Pode haver regressão na utilização de técnicas de hipnose, no entanto é válido lembrar que a cultura, religiosidade e outros fatores podem levar o hipnotizado a uma fantasia ao invés de uma memória real.  Mas sim, com o uso correto de técnicas hipnótica é possível chegarmos a lembranças muito antigas de nossa vida, até mesmo de quando éramos recém-nascidos.

10. Sua dúvida sobre hipnose é saber que há algum perigo envolvido durante as aplicações?

Somente quando aplicada por pessoas despreparadas e para fins não terapêuticos. Procure sempre um profissional.

11. A hipnose realiza milagres?

Não há milagres na hipnose, e somente com a total confiança do hipnotizado no hipnotizador é possível ocorrer hipnose. Algumas pessoas chamam de fé, outras de pensamento positivo, e alguns dizem que basta querermos, mas através das técnicas de hipnose podemos chegar mais facilmente ao inconsciente e “moldá-lo” a hábitos saudáveis.

12. A hipnose significa inconsciência?

Não. Pelo fato de haver casos de transe profundo e, assim, ocorrer amnésia, muitas pessoas creem que estavam inconscientes, mas a verdade é que, mesmo nesses casos, o paciente fica consciente durante todo o processo.

13. O hipnotizado revelará seus segredos?

O hipnotizado eventualmente revelará ao hipnotizador somente aquilo que julgar necessário. O hipnotizado jamais fica à mercê do hipnotizador a ponto de revelar algo que não queira.

14. A hipnose debilita a mente?

Pelo contrário! A hipnose reabilita a energia do hipnotizado, suaviza os sentimentos deixando a mente mais livre e leve. Importante dizer ainda que a hipnose possui técnicas de relaxamento que, por si só, já são uma importante ajuda mental.

Tem mais alguma dúvida?

Acesse o “Fale com o Hipnólogo”, tire suas dúvidas e saiba como a hipnose pode lhe ajudar a ter uma vida melhor